Osnei Okumoto será o secretário da Saúde do governo Ibaneis | Panorama Farmacêutico – Imã de geladeira e Gráfica Mavicle-Promo

Um dos principais nomes do futuro governo foi definido por Ibaneis Rocha (MDB). Para comandar a Secretaria de Saúde do Distrito Federal, o governador escolheu o farmacêutico bioquímico Osnei Okumoto. Desde abril deste ano, ele exerce o cargo de secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.

O Servidor de carreira da Secretaria de Saúde do estado de Mato Grosso do Sul, Okumoto está emprestado ao governo federal. Ele também é membro da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias nos SEUS/SRA.

“Ele ocupou vários cargos importantes no setor e é um especialista em gestão hospitalar. Além disso, é um homem de extrema confiança do próximo ministro da Saúde, Luís Henrique mandetta”, atesta Ibaneis.

O nome escolhido pelo emedebista frustra as apostas ventiladas até o momento. Os mais cotados para o cargo são: o superintendente do Instituto de Cardiologia do DF, Núbia Welerson Vieira; o vice-presidente do Sindicato dos Médicos, Carlos Fernando da Silva; e o médico da carreira profissional do Hospital Regional da Asa Norte (Hran) Adriano Guimarães Ibiapina.

Ibaneis vinha recolhendo as opiniões de várias pessoas da área para definir o cargo. O ex-secretário de Saúde Jofran Frejat (PR) foi um dos consultados pelo governador eleito. No entanto, não se conhece o indicado. “Uma pena”, disse Frejat para a coluna. O preferido do ex-administrador era Ibiapina.

O futuro governador definiu o novo secretário de Saúde, justamente no dia em que 12 pessoas ligadas a esta área, no Distrito Federal, foram detidos no âmbito da operação do Ministério Público do DF, que investiga a corrupção nas rotinas médicas relacionadas com o sector público. Entre os detidos estão os ex-secretários Rafael Barbosa e Elias Miziara.

Perfil Formado em farmácia e bioquímica pela Universidade Estadual de Maringá, Okumoto tem uma pós-graduação em gestão de centros de doadores e a metodologia e técnicas de ensino. Em Mato Grosso do Sul, foi chefe da divisão médica do Centro de Hematologia e Hemoterapia, presidente da Fundação de Serviços de Saúde, presidente do Conselho Regional de Farmácia. O Ministério da Saúde, ele também foi coordenador-geral de Laboratórios de Saúde Pública.

Fonte: Metrópole

Fonte: panoramafarmaceutico.con.br/2018/11/30/osnei-okumoto-sera-el-secretario-de-salud-del-gobierno-ibaneis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *