Novartis recebe a recomendação positiva de driver para três remédios | Panorama Farmacêutico – Imã de geladeira e Gráfica Mavicle-Promo

Dois medicamentos da farmacêutica suíça Novartis e o biossimilar Sandoz receberam recomendações positivas da Agência de Medicina da Europa, reguladora do setor. Biossimilares são produtos biológicos altamente similares ao medicamento original. O Glenya da Novartis, que é um medicamento para esclerose múltipla, recebeu a recomendação positiva da agência para o tratamento de crianças e adolescentes com esta condição. De acordo com a empresa, se for aprovado, será o primeiro medicamento oral para estes pacientes.

A Novartis informou também que o Luxtuma, que é utilizado para o tratamento de crianças e adultos com doenças hereditárias raras da retina, também recebeu a recomendação positiva da agência reguladora. “A maioria dos indivíduos que vivem com esta condição progredindo para a cegueira”, afirmou a companhia. O Luxtuma, se for aprovado, será a primeira e única terapia disponível na Europa para o tratamento desta condição. A Agência de Medicina da Europa, disse, em um comunicado separado, o remédio tem sido estudado em 41 pacientes, com uma significativa melhora da visão noturna depois de um ano. O medicamento Sandoz, biossimilar utilizado no apoio a pacientes em quimioterapia, também recebeu uma recomendação positiva. As recomendações sugerem que os medicamentos podem ser comercializados no mercado e a aprovação final costuma ocorrer 60 dias após o manifesto da agência. Se aprovados, a Novartis poderá vender os medicamentos nos 28 países da União Europeia (UE), além de Islândia, o Liechtenstein e a Noruega. Decisões sobre os preços e os pagamentos são realizados pelo estado.

Fonte: Valor Econômico

Fonte: panoramafarmaceutico.com.br/2018/09/24/novartis-recebe-recomendacao-positiva-de-regulador-para-tres-remedios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *