Capital intelectual em alta | Panorama Farmacêutico – Imã de geladeira e Gráfica Mavicle-Promo

Vencedor na categoria, laboratório aposta nas pessoas e no atendimento às demandas globais da empresa

O Aché Laboratórios Farmacêuticos foi o vencedor na categoria de Disponibilidade e Uso dos Recursos do índice, As Empresas

Mais do que a Inovação. Este critério, a FIA analisou a disponibilidade e o uso eficiente dos recursos, não só humanos, mas também tecnológicos, de infra-estrutura e de capital. O diretor de inovação e novos negócios do laboratório, Stephani Saverio, explica que a definição do uso de todos os recursos disponíveis, que passa, necessariamente, pela Diretoria do Núcleo de Inovação, área criada no ano de 2015, a companhia. Esta diretoria abriga hoje mais de 300 profissionais de diferentes segmentos, como novos negócios, parcerias, internacionalização, desenvolvimento farmacotécnico e analítico, núcleo médico, a inovação incremental e radical.

“Acreditamos que o capital intelectual é o principal fator que demonstra a capacidade da empresa na geração de inovação”, disse Saverio. O que não significa que a empresa deixe de lado outros fatores. Na área de tecnologia e infra-estrutura, por exemplo, o Aché busca trabalhar a inovação a partir de uma visão global, considerando as demandas identificadas não só no Brasil, mas também no mundo. “É a partir dessas análises que são definidos os projetos e parcerias que estão em sinergia com os objetivos da empresa de oferecer produtos que atendam às necessidades da população”, afirma.

“Acreditamos que o capital intelectual é o principal fator que demonstra a capacidade da empresa na geração de inovação” Stephani Saverio, diretor de inovação e novos negócios do Aché Laboratórios Farmacêuticos

Fonte: O Estado de S. Paulo

Fonte: panoramafarmaceutico.com.br/2018/09/28/capital intelectual-em-alta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *