As farmácias estão projetando o maior crescimento em sete anos, como um ima b | Gráficos Mavicle-Promo

A indústria farmacêutica está cada vez mais em expansão não é uma coisa nova. Em cada esquina, em que estamos, há uma farmácia com suas portas abertas, esperando por nós. De acordo com a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), o setor com a maior taxa de expansão nos últimos sete anos.

Em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, o número de farmácias aumentou 48 por cento nas últimas duas décadas. No ano de 2018, as farmácias e drogarias de todo o Brasil registrou um aumento de 2,8 por cento. Estes e outros dados apontam para 2019, como o melhor ano para o setor desde 2015.imagem23-04-2020-09-04-56

Penso assim?

Um estudo realizado pela EMIS Visão aponta que o Brasil é esperado para se tornar o quinto maior mercado farmacêutico de 2022, é esperado para superar até mesmo o mundo. Também, de acordo com o levantamento, no ano de 2018 a 2022, espera-se que as vendas de droga continuam a aumentar, com uma taxa anual de crescimento entre 5% e 8%.

1.

As razões para o crescimento da farmácia

O aumento do número de farmácias que podem ser alinhadas com as necessidades da população para uma melhor qualidade e expectativa de vida. Afinal, quem gosta de dor? Desta forma, o brasileiro-pesquisa de medicamentos, para evitar os incômodos, doenças, e problemas do dia a dia.

Além disso, a diversificação de vendas, é de extrema importância. A grande maioria do público é de que vá para o seu local de drogaria não apenas olhar para as drogas, mas para itens de cuidados pessoais, beleza, e até mesmo alimentos. No ano de 2018, 31,9% das vendas registradas em farmácias foram ao uso de drogas, mas na higiene pessoal e beleza.

Ao mesmo tempo, uma nova preocupação que surge é em relação ao auto-medicar. O final de novembro de 2019, a venda de medicamentos sem a prescrição de um médico aumentou 21%.

2.

O faturamento da farmácia

Não é coincidência que o volume de negócios do sector, foi apoiado no decurso dos últimos sete anos. Os dados do IQVA, a análise da associação Brasileira das Redes Associativistas, e Independentes de Farmácias (Febrafar), mostra um crescimento no volume de negócios de 7,9 por cento. Os dados são de 2019, e os resultados foram comparados com o ano anterior.

Ao todo, o volume de negócios do sector farmacêutico foi de R$ 121 bilhões.

3.

O impacto sobre a profissão de farmacêuticoimagem23-04-2020-09-04-58

É comum ouvir histórias de pessoas que tenham concluído a escola de farmácia, e logo depois tornou-se incorporada no mercado de trabalho. Isto é porque o farmacêutico é a segunda profissão de nível superior, mais criou novos postos de trabalho com carteira assinada. Os dados do cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), no primeiro trimestre de 2019.

Para complementar ainda mais as informações sobre a Abrafarma aponta que nos primeiros sete meses do ano passado, o número de vagas para farmacêuticos subiram 5,2 por cento.

4.

O ano de 2017 como uma ferramenta para a maioria

A alavanca para o crescimento do exposto aqui, ocorreu em 2017. Apesar da crise econômica, que ainda está presente em todo o Brasil, e foram exportados produtos farmacêuticos no valor de 1,2 mil milhões de dólares. Entre os principais destinos foram Estados Unidos, reino unido, França e países da América latina.

O Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no estado de São Paulo (Sindusfarma) salienta que, até 2017, as vendas de medicamentos no mercado brasileiro, subiu de 11,8 por cento. Naquele tempo, o Brasil tornou-se o sexto maior mercado farmacêutico, atrás de países como Estados Unidos, China, Japão, coreia, Alemanha e França.

Farmácias para progredir mais e mais, e aos sete anos de idade, sem dúvida, tem tido o seu maior crescimento.

Como as informações, e você quer conhecer mais? Você pode entrar em contato conosco por telefone ou Chat!

Fonte: mavicle.com.br/farmacias-projetam-maior-crescimento-em-sete-anos-ima-de-geladeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *